Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Carta para Letícia

por the fazz, em 30.11.09

Letícia. Eu estive pensando em todas as suas colocações e não posso ser tão insensato ao ponto de achar que você não tenha razão em muitos dos seus argumentos. Você está absolutamente certa em me acusar de ter subestimado pequenas coisas que sempre foram fundamentais pra você. Eu sei que muitas delas não estavam ao alcance da minha compreensão, mas isso de nada invalida o fato de que o que você pensa deve ser respeitado. Às vezes é muito difícil compreender como funcionam suas expectativas e você tem absoluta razão em afirmar que são expectativas comuns a toda mulher e que eu sou um tolo de não ser sensível a isso. É inquestionável a sua colocação de que eu sou fraco, covarde e muitas vezes vivo pela metade as oportunidades que a vida me dá. Não há discussão quanto ao que você falou da minha imaturidade. Eu tive poucas mulheres na vida e pouco soube lidar com cada uma delas. Você tem razão quando me acusa de usar as palavras erradas em situações diversas. E usar palavras diversas pra tornar erradas as situações. Você está certa em me acusar de egocêntrico, arrogante e patologicamente pessimista. De ter sido desagradável com sua família. De ter dado pouco valor aos seus esforços em fazer a vida tratar a gente um pouco melhor. Por ter me exaltado pouco com suas conquistas, por ter apagado alguns sorrisos seus, por ter frustrado alguns dos seu sonhos. Mas quanto à todas as suas outras colocações, Letícia: vai tomar no seu cu.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:27


2 comentários

De Felipe Lacerda a 04.12.2009 às 19:33

Do tipo que gosto. Confessional, sincero e estupidamente ácido. Se cervejas se vendem pelo gelo e mulheres gostosas, textos deveriam ser avaliados pelo viés da ironia. Nenhum texto pode ser bom sem carregar uma boa dose de cinismo. Assim como uma cerveja não se vende sem mulher gostosa. Ou algo assim. Reforço o coro: Leticias do mundo, vão tomar no seus sacrossantos cuzinhos.

De Jaime a 08.12.2009 às 17:27

Fazia tempo que não passava por aqui, e, como sempre, roubou a minha tarde.

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D