Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Cochilo Rodriguiano

por the fazz, em 20.09.12
Foram 23 fiéis anos ao lado de um crescente e descomunal ronco. Não se pode acusá-la precipitadamente de relaxo ou coisa parecida. Submeteu-se a duas cirurgias que aparentemente só agravaram o quadro. Apesar dos esforços para combater o desvio de septo, foi inevitável contribuir para o desvio de caráter do nobre marido que, se fosse possível sonhar, sonharia com uma esposa de sono tranquilo e silencioso. Ou com a receita de um tarja preta.

Exasperado e insone, às vezes tentava se concentrar no musical, lírico ruído de britadeiras na construção da rua de trás. Nada comparado a lesão diária aos seus tímpanos, aquilo que só os mais obscuros álbuns experimentais do Mike Patton poderiam reproduzir.

Foi então que, antes de fundar um clube secreto e violento e assumisse duas personalidades por conta de suas noites mal dormidas, optou pela mais discutível traição da história. Passou a dormir com outra mulher. E como eu detesto eufemismos e você já deve ter sacado, sim, exclusivamente no sentido literal.

Ele sabia que amava a mulher. Nada além do mais irracional amor justificaria os últimos 23 anos. Mas por deus, ele precisava ter novamente a sensação de dormir de conchinha, sem que isso inspirasse o inconsciente a criar pesadelos com tsunamis. Então conseguiu esse excelente acordo com a diarista. Para ele seria a possibilidade de redescobrir o estado alpha. Para a diarista, significava optar entre limpar rejunte ou dar um cochilo nas últimas 2h do dia.

Numa dessas tardes, o óbvio aconteceu. Desconfiada da súbita mudança do marido, mais relaxado e disposto a assistir Sex and the City, decidiu finalmente ceder à pressão popular. Deixou o carro no escritório, pegou o metrô e, ainda atônita por chegar em casa 3h mais cedo que o de costume, teve de lidar consciente com a imagem de seu marido e Lurdinha repousando angelicalmente.

Acordado pelo choro angustiado, entre bocejos e pedidos de desculpas, o marido tentou o "não é nada disso que você está pensando" do jeito menos novelesco possível. Encerrou otimista com "você que tanto lê Nelson Rodrigues devia entender melhor do que ninguém". E antes que pudesse dizer mais alguma coisa, Lurdinha finalmente despertou pueril recolhendo a bolsa de miçangas e anunciando "bem, já deu minha hora, até amanhã, dona Madalena!".

Lurdinha foi demitida. Nogueira ganhou uma receita de Rivotril.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:02

Eu falo agora para não calar-me para sempre

por the fazz, em 15.05.10

Essa noite sonhei com você
no meu sonho, você casava
com a Mariana Ximenez
que golpe miserável
que golpe lazarento
você, não contente em casar,
na minha cara,
ainda casava com alguém
que eu tanto detesto
detesto tanto quanto
se podem detestar pessoas
que você nunca conheceu de fato
Acordei
e não houve alívio
porque por mais que eu queira
e saiba que é saudável
você bem longe de mim
você um dia vai casar
e qualquer uma delas
qualquer uma que seja
será para mim
uma Mariana Ximenez.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:49

Um copo sem colarinho

por the fazz, em 15.04.08

Serviu com entusiasmo os copos da mesa. Um colarinho transbordante se formava em cada copo, até que chegou a vez dela. Interrompeu o ritmo alucinado, tomando esse último copo com notável gentileza. Pousou suavemente o líquido dourado, deixando-o verter muito próximo à parede do copo.
Comovida, disfarcei um sorriso como quem evita um bocejo. Ele ainda recordava como ela preferia a cerveja.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:41


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D