Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Cochilo Rodriguiano

por the fazz, em 20.09.12
Foram 23 fiéis anos ao lado de um crescente e descomunal ronco. Não se pode acusá-la precipitadamente de relaxo ou coisa parecida. Submeteu-se a duas cirurgias que aparentemente só agravaram o quadro. Apesar dos esforços para combater o desvio de septo, foi inevitável contribuir para o desvio de caráter do nobre marido que, se fosse possível sonhar, sonharia com uma esposa de sono tranquilo e silencioso. Ou com a receita de um tarja preta.

Exasperado e insone, às vezes tentava se concentrar no musical, lírico ruído de britadeiras na construção da rua de trás. Nada comparado a lesão diária aos seus tímpanos, aquilo que só os mais obscuros álbuns experimentais do Mike Patton poderiam reproduzir.

Foi então que, antes de fundar um clube secreto e violento e assumisse duas personalidades por conta de suas noites mal dormidas, optou pela mais discutível traição da história. Passou a dormir com outra mulher. E como eu detesto eufemismos e você já deve ter sacado, sim, exclusivamente no sentido literal.

Ele sabia que amava a mulher. Nada além do mais irracional amor justificaria os últimos 23 anos. Mas por deus, ele precisava ter novamente a sensação de dormir de conchinha, sem que isso inspirasse o inconsciente a criar pesadelos com tsunamis. Então conseguiu esse excelente acordo com a diarista. Para ele seria a possibilidade de redescobrir o estado alpha. Para a diarista, significava optar entre limpar rejunte ou dar um cochilo nas últimas 2h do dia.

Numa dessas tardes, o óbvio aconteceu. Desconfiada da súbita mudança do marido, mais relaxado e disposto a assistir Sex and the City, decidiu finalmente ceder à pressão popular. Deixou o carro no escritório, pegou o metrô e, ainda atônita por chegar em casa 3h mais cedo que o de costume, teve de lidar consciente com a imagem de seu marido e Lurdinha repousando angelicalmente.

Acordado pelo choro angustiado, entre bocejos e pedidos de desculpas, o marido tentou o "não é nada disso que você está pensando" do jeito menos novelesco possível. Encerrou otimista com "você que tanto lê Nelson Rodrigues devia entender melhor do que ninguém". E antes que pudesse dizer mais alguma coisa, Lurdinha finalmente despertou pueril recolhendo a bolsa de miçangas e anunciando "bem, já deu minha hora, até amanhã, dona Madalena!".

Lurdinha foi demitida. Nogueira ganhou uma receita de Rivotril.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:02

Convergência

por the fazz, em 20.09.12
Sala de espera de consultório. Dois celulares tocam, simultaneamente, o mesmo ringtone: o tema de abertura de 30 Rock. Os dois rapazes se entreolham. O mesmo riso escapa dos dois lábios em tom incrédulo. Ignoram suas chamadas, sua orientação sexual e sem qualquer cerimônia, trocam seus números de telefone.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:19


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D