Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Por acaso, uma amiga.

por the fazz, em 30.05.08

- Oi, Cammy! Por que você não apareceu no aniversário da Duda?

- Pois é, foi mal... Fiquei presa no estúdio até 22h, perdi minha carona... Mas como foi?

- Foi ótimo! Quando eu vi o Cacau por lá, achei que você também ia aparecer...

- O Cacau? Nossa, de onde você conhece o Cacau?

- Bem... a gente... estudou junto no colegial.

- É mesmo? Nossa, que mundo pequeno!

- Pois é.

- Menina, então conhecendo ele, você deve imaginar como eu tô nas nuvens...

- Nuvens?

- Ele é incrível. Ninguém nunca me fez sentir assim. As nossas conversas duram noites inteiras...

- Sei...

- E o sexo... Nossa, o sexo é surreal. O cara é insaciável. Ele me pega de um jeito...

- Cammy...

- No começo eu achava ele tão tímido, tão ensimesmado. Nunca imaginaria que dali sairia um ninfomaníaco!

- Cammy, deixa eu...

- E quando ele me joga naquele sofá... Aaaah, aquele sofá...

- Olha, Cammy...

- Você já deve ter visto aquele sofá. Aquilo tem história... Teve um dia que ele me arrastou assim...

- CAMMY! (Interrompe bruscamente) Se você puder me ouvir um minuto, eu só queria avisar que quando eu disse que estudei com o Cacau no colegial, eu não menti. Eu SÓ editei. Posso recolher meu coração agora?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:52

Graus de equivalência

por the fazz, em 29.05.08

O homem broxa:
"Isso nunca tinha me acontecido antes."

A mulher dá no primeiro encontro:
"Isso nunca tinha me acontecido antes."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:45

Sim, Pedro, é um recado pra você.

por the fazz, em 22.05.08

Lisboa - São Paulo

Cia Iberia

em torno de 480 euros:

http://www.buscapeviagens.com.br/Resultado.aspx?origem=LIS&destino=SAO&dataida=24/05/2008&idaVolta=1&datavolta=04/06/2008&classe=Todas&adt=1&chd=0&inf=0

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

Bancos reservados

por the fazz, em 19.05.08

A minha maior preocupação ao sentar em bancos reservados não é a obrigação de ceder o lugar à uma gestante ou um idoso. Meu maior medo é o de cometer um erro de julgamento... de ofender uma mulher apenas um pouco acima do peso... de ofender apenas um homem maduro com cabelos precocemente grisalhos. Faço um tremendo esforço pra não dar nas vistas minha avaliação minuciosa. Observo com cuidado. E levantar-me do assento às vezes é uma decisão com uma carga de deveres emocionais muito intensos. Imagino se às vezes não é uma maior gentileza permanecer sentada. Provando pra pessoa de pé à minha frente que ela é uma pessoa de evidente vigor, a quem ninguém jamais se atreveria a associar qualquer espécie de fragilidade. Faço isso imaginando a remota possibilidade de estar diante de algum neurótico. Imagino que uma dessas senhoras, depois de dizer "obrigada", questionam mentalmente "ela me considera gorda, velha ou aleijada?" São pessoas que dividem comigo duas ou três estações da linha vermelha, vinte ou trinta minutos da 9 de julho. Pessoas que provavelmente eu nunca mais verei na vida e que ainda assim, me fazem pirar sobre o uso responsável de um banco de cor cinza. Exato. É como me comporto com completos estranhos. Agora, procure compreender e imagine se eu seria mesmo capaz de algum dia ferir intencionalmente justo você.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:48

Repetindo:

por the fazz, em 14.05.08

- Como assim, não entendeu? Veja bem, eu realmente não quero mais ficar com você, mas também não quero ver você em outras companhias. Pelo menos até eu arranjar outra pessoa. Mas tem que ser antes de você arranjar alguém. Qual parte não ficou clara?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:56

Vou contar um segredo.

por the fazz, em 08.05.08

Falar apaixonadamente sobre absolutamente qualquer coisa faz com que qualquer pessoa se apaixone por você.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:57

Eu vou explicar porque.

por the fazz, em 06.05.08

- Certo dia, um pesquisador fez um estudo com alguns pintinhos. Todas as manhãs, ele ligava uma velha vitrola que tocava sempre a mesma música. Em seguida, colocava os pintinhos sobre uma chapa quente. Naturalmente, eles saltavam em cima da chapa. Parecia um espetáculo dantesco de pintos dançarinos. Depois de alguns dias, repetindo diligentemente o processo, ele ligou a vitrola, na mesma música, no mesmo horário, e mesmo sem colocá-los sobre a chapa, os pintinhos repetiram, obedientes, a dança frenética sobre a mesa fria. Eles foram condicionados pela dor. E agora, pensando bem, acho que com o tempo aprendi a ser como os pintinhos desse experimento.

Disse isso sem perder o charme por nenhum instante. Então sorriu pra mim e continuou comendo seu Danoninho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:17

Honestidade. Sempre.

por the fazz, em 03.05.08

-    Se você me disser que está sozinha, eu juro que vou começar a acreditar em milagres.

-    Nossa... essa á melhor abordagem dos últimos meses! Estou impressionada.

-    Fico lisonjeado de ter arrancado esse sorriso. Posso passar pra parte mais convencional, em que eu pergunto o seu nome?

-    Desculpe. Sem ofensas, mas você não faz o meu tipo.

-    Mas eu te faço rir. E a gente só se conhece há 30 segundos. No final das contas, não é isso que importa num relacionamento?

-    Quem disse isso?

-    Vocês. Sempre respondem isso em pesquisas. “Um homem companheiro, fiel e que me faça rir”.

-    Não se guie por isso. A maioria de nós só quer um homem incrivelmente bonito.

-    Que superficial! Por que vocês mentem pras estatísticas?

-    Não é intencional. É como quando perguntam no supermercado se você se preocupa com o meio ambiente. Você responde que sim. Mas tem um carrinho cheio de aerosol.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:03

Sininho

por Pedro, em 03.05.08
A vida por vezes não acontece como nós a planeamos. Mas ajuda ter alguém que não nos julga quando damos um passo errado. Ou que nos mostra o caminho para um encontro com o destino. E que, no fim, quando descobrimos que depois de aprender a amar, é ainda preciso aprender a perder, está lá para nos dar um abraço por dois.

 

Se tudo acontece por uma razão, ela é capaz de ser tu, Fá.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:53


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D